Arquivo mensais:fevereiro 2013

Contran endurece combate à mistura de álcool com direção

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 20:24

Normatização determina que fiscalização seja “procedimento operacional rotineiro” dos órgãos de trânsito

Contran endurece combate à mistura de álcool com direção  Diorgenes Pandini/Agencia RBS

Resolução inclui diversos procedimentos de fiscalização, entre eles o bafômetroFoto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

A tolerância zero no trânsito em relação ao consumo de bebidas alcoólicas agora é para valer. O motorista que for apanhado com qualquer concentração de álcool no organismo, mesmo causada por um simples bombom de licor, será autuado por infração gravíssima.

Se o teor alcoólico estiver acima de 0,34 miligramas por litro de ar (ou seis decigramas por litro de sangue), o equivalente a seis latinhas de cerveja ou três doses de uísque, em média, além das penas administrativas, o motorista responderá a processo criminal, podendo pegar de seis meses a três anos de prisão, mais pagamento de multa e cassação da carteira de habilitação.

As medidas estão previstas na Resolução 432 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, e serão aplicadas imediatamente pelos agentes de trânsito nas blitze de todo o País, inclusive no próximo feriado de Carnaval, período de maior concentração dos acidentes por embriaguez, segundo informou o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.

— Sabemos que não se reduz os acidentes por decreto, mas é preciso dar um basta à violência do trânsito”, disse ele. “O grande objetivo é mudar a postura da sociedade em relação ao risco do uso do álcool ao volante — explicou.

A medida anunciada nesta terça acaba com a margem de tolerância de um décimo de miligrama (0,10) de álcool por litro de ar, permitida anteriormente pelo Decreto 6.488/2008, quando o condutor assoprava o bafômetro, e de no máximo duas decigramas por litro de sangue, no caso de exames.

A Lei Seca (12.760/2012) impôs ao Contran determinar a nova margem de tolerância, definida agora pela Resolução 432. A penalidade após autuação fixa multa de R$ 1.915,30, recolhimento da habilitação, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, além da retenção do veículo, até a apresentação de condutor habilitado. Em reincidência, dentro de um ano, o valor da multa será duplicado e poderá chegar a R$ 3.830,60.

Na hipótese de o motorista se negar a fazer o teste do bafômetro, o agente de fiscalização poderá aplicar a autuação administrativa e preencher o questionário de “Sinais de Alteração da Capacidade Psicomotora”, que será anexado à autuação. Nesse caso, o condutor também poderá ser encaminhado à delegacia.

O questionário apresenta informações como aparência do condutor, sinais de sonolência, olhos vermelhos, odor de álcool, agressividade, senso de orientação, fala alterada, entre outras características.

Disponível em: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/01/contran-endurece-combate-a-mistura-de-alcool-com-direcao-4026955.html

Motorista embriagado é flagrado na contramão e se recusa a pagar fiança

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 20:22

Homem que dirigia em sentido contrário tinha no sangue três vezes a quantidade de álcool permitida

Com 1,01 miligrama de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, mais de três vezes o valor considerado crime de trânsito, um motorista foi abordado pela polícia após dirigir na contramão por 18 quilômetros na ERS-030 na madrugada de sábado.

Identificado como Itamar Machado de Oliveira, 50 anos, o homem, que reside em Taquara, entrou na contramão na altura do km 82 da rodovia, em Osório, no Litoral Norte. Segundo informações da Brigada Militar, telefonemas alertaram para a imprudência.

Oliveira guiava um Fiat Uno em direção a Tramandaí até o momento em que foi parado pelos policiais, próximo ao posto do Comando da Brigada Militar, por volta das 3h30min. Depois do flagrante constatado pelo teste do bafômetro — qualquer quantidade acima de 0,33 mg/l é considerada crime de trânsito —, o motorista se recusou a pagar a fiança de R$ 1.350.

Ele foi levado à Delegacia de Osório, onde aguardou pelo advogado para prestar esclarecimentos e ser encaminhado ao presídio do município, o que deveria ocorrer ainda no sábado.

De acordo com a BM, não é a primeira vez que o homem comete este tipo de infração. Em 2012, Oliveira foi flagrado dirigindo embriagado em Cambará do Sul.

Não é incomum a ocorrência deste tipo de crime em rodovias do Estado. Há menos de um mês, no dia 20 de janeiro, um homem embriagado perdeu o controle de uma caminhonete e saiu da pista enquanto trafegava pela RS-040, próximo ao pedágio de Viamão.

Tolerância zero a motoristas alcoolizados

O motorista flagrado em Tramandaí foi autuado dentro das novas regras da Lei Seca, endurecidas em janeiro. A partir da publicação da resolução 432 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ficou estabelecida tolerância zero ao álcool.

No visor do bafômetro é admitido até 0,04 miligrama de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, considerando a margem de erro do aparelho.

A nova resolução complementa a Lei Seca, reformulada no final do ano passado e que já previa medidas mais duras, como o aumento da multa de R$ 957,70 para R$ 1.915,30.

Na hipótese de o motorista se negar a fazer o teste do bafômetro, o agente de fiscalização poderá aplicar a autuação administrativa e preencher o questionário de “Sinais de Alteração da Capacidade Psicomotora”, que será anexado à autuação. Nesse caso, o condutor também poderá ser encaminhado à delegacia.

Fonte: ZERO HORA

Homem atropela ciclista e é preso em flagrante por dirigir alcoolizado

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 20:20

Foi a terceira vez que Renato Gaúcho Flores da Silva acabou autuado em flagrante por dirigir alcoolizado e provocar acidentes

O homem de 61 anos cantava quando os policiais militares o conduziram para o teste do bafômetro. Só parou a cantoria quando assoprou e o equipamento apontou que ele tinha 1,11 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Da Estrada Caminho do Meio, em Viamão, Renato Gaúcho Flores da Silva foi levado à DPPA de Alvorada, onde acabou autuado em flagrante.

Embriagado, ele havia atropelado o cicilista José Zilmar Alves, 43 anos, pouco antes, ainda em Alvorada. E fugiu. A Brigada Militar do município vizinho foi alertada para o que havia acontecido e não houve dificuldade para localizar o Uno vermelho dirigido por Renato. Ele havia parado para urinar junto a uma parada de ônibus e acabou controlado pelas pessoas que esperavam no local.

José Zilmar foi socorrido ao Hospital de Viamão e permanecia sob observação, em situação estável, na tarde de ontem.

De acordo com a Brigada Militar, foi a terceira vez que Renato acabou autuado em flagrante por dirigir alcoolizado e provocar acidentes.

Fonte: DIÁRIO GAÚCHO

Consumo de combustíveis no país cresce 6,1% em 2012

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 20:08

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O consumo de combustíveis no Brasil cresceu 6,1% de 2011 para 2012. Em todo o país, foram consumidos 129,7 bilhões de litros de combustíveis no ano passado. O dado foi divulgado hoje (28) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), durante seminário para avaliação do mercado de derivados do petróleo.

A economia cresceu em torno de 1,5%. É um setor que cresce quatro vezes mais do que o crescimento do país. O resultado mostra que é um setor que tem passado muito longe da crise mundial”, disse o diretor da ANP Florival de Carvalho.

O consumo de gasolina C (comum, usada nos veículos) chegou a 39,7 bilhões de litros, um aumento de 11,9% em relação a 2011. Por outro lado, o etanol teve uma queda de 5,6% no consumo. O etanol hidratado (usado diretamente como combustível) caiu 9,6%, enquanto o anidro (adicionado à gasolina) diminuiu apenas 0,2%. “A queda do etanol hidratado tem a ver com preço [que aumentou em 2012] e a população faz a escolha entre um combustível e outro [etanol ou gasolina]”, disse o diretor.

De acordo com a ANP, também houve crescimento do gás liquefeito de petróleo (GLP), de 0,5%, de querosene de aviação (4,8%), de biodiesel (7%), de óleo diesel (7%), e de óleo combustível (7,1%).

Segundo Florival de Carvalho, para evitar problemas de falta de combustível em alguns locais do país, como houve no final de 2012, a ANP está preparando uma resolução que vai permitir o aumento da capacidade de estocagem de combustível no Brasil.

Ele acredita, no entanto, que os investimentos feitos pelas empresas distribuidoras de combustível para ampliar sua capacidade de estocagem de combustível não resultarão em aumento de preço para o consumidor.

Florival de Carvalho disse ainda que o aumento do percentual do etanol anidro na gasolina deverá reduzir a necessidade de importação desse combustível. “Não sei se em 2013 haverá um crescimento de 6% [dos combustíveis], mas certamente será um crescimento robusto. O importante é que não faltará combustível neste ano”, reforçou.

Edição: Juliana Andrade

Fonte: Agência Brasil

Presidente da GM fala em mais de 320 funcionários neste ano em Joinville

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 20:03

Presidente da GM fala em mais de 320 funcionários neste ano em Joinville Cleber Gomes/Agencia RBS

Festa de inauguração ocorreu na linha de produção da empresa e contou com a presença de executivos da GM e autoridades locaisFoto: Cleber Gomes / Agencia RBS

Na presença dos convidados da cerimônia de inauguração da primeira unidade da General Motors em Joinville, nesta quarta, os 180 funcionários já contratados apresentavam a fábrica mais sustentável do mundo.

Até o fim do ano, eles terão mais 320 colegas. Com isso, a expectativa de gerar 500 vagas de emprego na primeira fábrica joinvilense será concretizada.

— Chegaremos a esse número ainda neste ano —, afirmou o presidente da montadora na América do Sul, Jaime Ardila, em jantar oferecido pela montadora na noite de terça.

— Estamos em fase de aceleração —, avisa Marcos Munhoz, vice-presidente da montadora no Brasil.

Para alcançar a meta de produção anual em 2014 – 200 mil cabeçotes (parte de cima do motor) e 120 mil motores –, a RH Brasil, agência responsável pelas contratações, trabalha com o cronograma de vagas passado pela empresa.

GALERIA: confira imagens da inauguração

A fábrica, que custou R$ 350 milhões, vai atender ao mercado nacional com a produção de cabeçotes e motores para a montagem das linhas Prisma e Ônix, em Gravataí (RS) e Rosário (Argentina).

Os funcionários alinhados, com uniformes que variam entre a combinação de azul e branco ou só azul-marinho, trabalham em ambiente totalmente climatizado – uma necessidade por causa do maquinário de ponta. A tecnologia instalada para garantir taxa zero de geração de gases também garante uma produção silenciosa.

A fábrica é bem iluminada e espaçosa. Maquinários e estruturas claras colaboram para a eficiência da energia solar que abastece a fábrica.

— Fizemos a fábrica mais sustentável do mundo. Estamos prestes a receber a certificação Leadership in Energy an Environmental Design (LEED). Um certificado tão exigente que colocamos em nossas ações de rotina a lavagem dos pneus dos caminhões —, acrescenta Munhoz.

— Foram cinco anos para concluir este projeto. Estamos contentes por saber que Joinville foi uma excelente escolha —, afirma Ardila.

— O que pudermos fazer para consolidar empreendimentos como este no Estado, faremos. A vinda da GM significa o reconhecimento do potencial de trabalho da nossa gente e da imensa capacidade de competitividade que Santa Catarina tem. Já somos a sexta economia do País e devemos subir no ranking no futuro por causa do polo automobilístico que estamos criando —, destaca o governador catarinense Raimundo Colombo.

Disponível em: http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/economia/noticia/2013/02/presidente-da-gm-fala-em-mais-de-320-funcionarios-neste-ano-em-joinville-4059107.html

Obra da duplicação da avenida Santos Dumont em Joinville

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 18:45

Joinville – O programa Pacto por Santa Catarina começa a solucionar um dos principais gargalos para o trânsito e o desenvolvimento do município de Joinville. O governador Raimundo Colombo e o secretário da Infraestrutura, Valdir Colbalchini, entregaram a ordem de serviço para a duplicação da avenida Santos Dumont. O trajeto dá acesso a indústrias, empresas, universidades, ao aeroporto e a outros estabelecimentos comerciais. “É uma obra que mostra o compromisso do Governo com a maior cidade do nosso Estado”, afirmou o governador.

Em horários de pico, como o momento em que foi realizado o ato – 18h, em terreno ao lado da avenida, milhares de motoristas joinvillenses enfrentam longas filas para voltar do trabalho ou ir estudar na região. Ao fundo da cerimônia, era possível observar as filas que agora ficam mais próximas de acabar. Com essa duplicação, que será entre a Rua Dona Francisca e o aeroporto em um trecho de oito quilômetros, será eliminado o afunilamento que ocorre no término da avenida João Colin, quando o tráfego passa de duas para uma pista. Também participaram da cerimônia o senador Luiz Henrique da Silveira, o prefeito de Joinville, Udo Dohler e a secretária de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm.

Hoje, o desenvolvimento de todo o trecho compreendido pela duplicação é prejudicado pela falta de infraestrutura. As obras vão fornecer condições muito melhores para a atração de novos empreendimentos, por exemplo. As obras devem começar no máximo em 30 dias e vão iniciar no trecho entre o cruzamento com a rua Tuiuti e o aeroporto. “Estamos trabalhando em parceria com a prefeitura para cumprirmos todos os prazos e conseguirmos entregar a obra o mais rápido possível. Vamos eliminar que estrangula o transito em Joinville”, disse Cobalchini.

Parte significatica das desapropriações já foi feita, cerca de 30 estão acordadas. Delas, 19 foram doações de empresas que cederam a parte do terreno para acelerar a execução da obra e também por saberem que a a conclusão da duplicação vai melhorar a logística de seus negócios e valorizar o restante dos terrenos.

O projeto prevê duas pistas em cada sentido, com três faixas em alguns trechos de maior movimento, e dois elevados nos principais cruzamentos da Santos Dumont, com as ruas Tuiuti e Arno Dohler. Os demais cruzamentos importantes terão rotatórias. E toda a avenida terá canteiro central e ciclovia. O investimento é de R$ 47,9 milhões, com prazo para a execução do trabalho de 24 meses. O ato foi realizado às 18h, na própria avenida Santos Dumont, número 1.355, no bairro Santo Antônio.

Além da duplicação da avenida, o governador autorizou ainda o lançamento do edital para elaboração dos projetos dos elevados nos cruzamentos da Santos Dumont com as ruas Tuiuti e Arno Dohler. A execução dessas duas obras tem um custo estimado de R$ 18 milhões. Os elevados servirão para impedir a formação de novos pontos de congestionamento na entrada e saída de veículos da avenida.

Disponível em: http://www.santacatarina24horas.com/index.php/capa/editorias/noticias-gerais/14300-obra-da-duplicacao-da-avenida-santos-dumont-em-joinville.html

Jogador Benzema, do Real Madrid terá de responder por delito de excesso de velocidade

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 14:37

O atacante do Real Madrid, Benzema, terá de responder na justiça pelo fato de ter sido flagrado por um radar de velocidade conduzindo um veículo a 216 Km/h em uma rodovia nas cercanias de Madri. O limite de velocidade no local é de 100 Km/h. O carro, de modelo Audi RS5, é de propriedade do clube espanhol e estaria cedido ao jogador. Nas mesmas imagens há ainda um Porsche, flagrado a 260 Km/h. O fato ocorreu no último dia 3 de fevereiro, horas antes da partida em que sua equipe perdeu para o Granada por 1 a 0 com gol contra de Cristiano Ronaldo. Ainda que esta tenha sido a velocidade flagrada, os policiais dizem que ela é 5% mais alta por conta da margem de erro do radar. A Guarda Civil afirmou que não deteve o veículo para evitar uma perseguição, que poderia acarretar em um grave acidente de trânsito. Benzema deveria aparecer perante o júri na última terça-feira, porém os advogados do Real Madrid conseguiram adiar a audiência para as próximas semanas. O motivo alegado foi que o clube merengue jogaria a semifinal da Copa do Rei, contra o Barcelona, no mesmo dia. Ainda que tenha sido relacionado, o atacante não entrou em campo no clássico. A polícia acredita que um outro jogador estaria ao volante do Porsche. O Real Madrid, no entanto, afirma só reconhecer o Audi como sendo de sua propriedade. Caso seja condenado por direção perigosa, Benzema poderá enfrentar uma prisão de três a seis meses, ou então multado em valores diários de cinco (R$ 13) a 400 euros (R$ 1.038) por um perídio entre seis a 12 meses. Outra pena cabível neste caso é a prestação de serviços comunitários entre 31 a 90 dias.

Disponível em: http://www.tecnodataeducacional.com.br/mostraplugin2.asp?id=387260

Prefeitura de Jaraguá do Sul pode romper contrato

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 14:34

Executivo questiona acordo feito com empresa responsável pelos fotossensores
A Prefeitura de Jaraguá do Sul está revendo o contrato firmado com a Aliança Fotossensores, de Blumenau, e antecipa a possibilidade de romper o negócio. A empresa fornece e mantém os equipamentos de controle de velocidade dos veículos de Jaraguá do Sul. Segundo o diretor de trânsito, Rogério Kumlehn, o contrato terminaria em fevereiro deste ano, mas, em dezembro passado, o acordo foi prorrogado por mais um ano pela administração da prefeita Cecília Konell (PSD). ? A atual gestão não vê esse ato com bons olhos ?, afirma. Além de estender a validade do acordo, a administração anterior também aceitou o aumento de 7% sobre o valor do aluguel dos aparelhos. Atualmente, cada equipamento custa cerca de R$ 4,3 mil por mês ao município. São 99 sensores eletrônicos, distribuídos em 77 locais. Um estudo feito pela diretoria de trânsito quer reduzir esse gastos. E entre as alternativas estão o cancelamento do contrato com a empresa, avisa Kumlehn. Por esse estudo, o diretor explica que será apontado a real necessidade dos equipamentos nos locais onde estão instalados. Para economizar, o município deve seguir a deliberação do Comcidade de 2010, para serem colocadas faixas elevadas em frente de escolas e postos de saúde, evitando a colocação de radares na área central. O gerente de produtos da Aliança Tecnologia e Sistemas, Fabiano Gonaçalves, afirmou que desconhecia o fato e buscaria informações sobre o assunto antes de se pronunciar à imprensa. Em 2012, 3.778 acidentes de trânsito foram registrados em Jaraguá. Desses, 61,25% ocorreram em 20 ruas. A avenida Prefeito Waldemar Grubba é a líder da estatística, com 315 ocorrências. Com base nestes dados, a diretoria de trânsito deve iniciar uma ação para revitalizar e reforçar a sinalização. Segundo a PM, em 2011, a avenida Walter Marquardt registrou cerca de 640 ocorrências, índice que caiu quase pela metade após a adoção de medidas de fiscalização e reforço de sinalização nessa área. Já os registros de multas em 2011 somaram 39 mil infrações. Em 2012, o número saltou para 101 mil. A via campeã é a rua José Theodoro Ribeiro, com 7.232 notificações em 2012. Outra que registra muitas infrações é a avenida Waldemar Grubba, com 4.492 notificações em 2011. Rogério Kumlehn também explica que existe um sistema que registra as multas geradas em Jaraguá e os valores são depositados em uma conta. O recurso arrecadado é distribuído da seguinte forma: 50% à Prefeitura, 25% à Polícia Militar e 25% à Polícia Civil. O dinheiro deve ser investido em estradas, veículos e campanhas educativas. ? Não concordo com a opinião de que existe uma indústria da multa. É responsabilidade do motorista respeitar a sinalização e ficar atento à indicação das placas para redução da velocidade ?, opina. ? O foco do trabalho é salvar vidas e conscientizar a população de que o limite de velocidade precisa ser respeitado ?, esclarece. A NOTÍCIA

Disponível em: http://www.tecnodataeducacional.com.br/mostraplugin2.asp?id=387261

Seminário discute experiências de países na prevenção de acidentes

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 14:33

Seminário discute experiências de países na prevenção de acidentes Os métodos de prevenção a acidentes no trânsito em diversos países da América Latina foram tema de um seminário internacional realizado nesta terça (26) e quarta-feira (27) em Curitiba. O evento foi organizado pela The Road Traffic Injuries Research Netowrk (RTIRN), organização sediada em Genebra, na Suíça, e que congrega mais de 700 pessoas e instituições, representando mais de 80 países. Participaram do seminário instituições latino-americanas – incluindo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)/Organização Mundial de Saúde (OMS) – e brasileiras, que apresentaram avaliações sobre os acidentes de trânsito em seus respectivos países, trocando experiências sobre o tema. As secretarias municipais de Saúde (SMS) e de Trânsito (Setran), além da PUCPR, representaram Curitiba no evento. “O nosso projeto tem a estratégia de organizar seminários em diferentes regiões do mundo. Este ano, estamos fazendo na América Latina, em Curitiba. É sempre proveitoso ouvir colegas de outros países, dividir experiências, aprender algo novo sobre pesquisa em trânsito seguro. Esperamos que esse compartilhamento de informações permita trazer algo útil para o trabalho das pessoas de cada cidade que visitamos, como Curitiba”, informa Adnan Hyder, presidente do conselho da RTIRN. “Enfrentamos os mesmos problemas, as mesmas más atitudes no trânsito e estou seguro que os participantes do evento de Curitiba poderão ter muitas reflexões sobre tudo o que estamos apresentando e discutindo neste seminário”, completa Ricardo Pérez-Nuñez, secretário do RTIRN e representante do Instituto Nacional de Saúde Pública do México. Vida no Trânsito A capital paranaense foi selecionada para sediar o seminário por ser uma das cidades brasileiras integrantes do projeto Vida no Trânsito, uma ação do governo federal que pretende reduzir as lesões e os óbitos no trânsito do Brasil. Lançado em 2010, o projeto integra uma ação global chamada Road Safety in 10 Countries (RS 10), coordenada pela Opas/OMS e financiada pela Bloomberg Philanthropies (fundação internacional de promoção de atividades na área social) com o objetivo de estimular, nos países financiados, ações de prevenção a lesões e mortes no trânsito e aumentar a capacidade de avaliar projetos de melhorias no trânsito. Sandra Ulinski Aguilera, pesquisadora da PUCPR – instituição que é avaliadora externa do projeto Vida no Trânsito em Curitiba – revela que o evento da RTIRN é direcionado para a avaliação das pesquisas realizadas em diferentes países. “São princípios de avaliação e monitoramento. Os outros países estão trazendo suas experiências na coleta de dados e os desafios que têm encontrado. A partir disso, trocamos ideias, vemos as ações comuns na coleta de dados e também modos de como os governos podem nos ajudar na coleta de dados”, explica. A PUCPR faz três rodadas de coleta de dados por ano na capital paranaense, gerando relatórios que são enviados para a universidade John Hopkins Bloomberg (EUA), coordenadora de toda a avaliação externa da ação global RS 10. “Todo esse trabalho é apresentado aos parceiros do projeto Vida no Trânsito para discutirmos os desafios e superarmos os problemas do trânsito na cidade”, completa Sandra. “É muito importante conhecermos essas experiências realizadas por instituições autônomas do mundo inteiro na prevenção de acidentes de trânsito. Isso aumenta nossa responsabilidade e a necessidade de termos informações constantes para podermos cumprir os objetivos de reduzir as mortes no trânsito de Curitiba”, revela Adilson Lombardo, coordenador de educação e formação da Setran. Publicado na Agência de Notícias da prefeitura de Curitiba

Disponível em: http://www.tecnodataeducacional.com.br/mostraplugin2.asp?id=387263