Arquivo mensais:outubro 2017

Com mais de 61 mil assassinatos, Brasil tem recorde de homicídios em 2016

Publicado em 31 de outubro de 2017 17:02

Com mais de 61 mil assassinatos, Brasil tem recorde de homicídios em 2016

O Brasil registrou 61,6 mil mortes violentas em 2016, de acordo com o Anuário Brasileiro da Segurança Pública divulgado nesta segunda-feira (30). O número, que contabiliza latrocínios, homicídios e lesões seguidas de morte, representa um crescimento de 3,8% em comparação com 2015, sendo o maior patamar da história do país. Em média, foram contabilizados 7 assassinatos por hora. Com o crescimento do número de mortes intencionais, a taxa de homicídios no Brasil por 100 mil habitantes ficou em 29,9.

O Rio de Janeiro é o estado com maior número de vítimas (6,2 mil) e registrou o segundo maior crescimento na quantidade de casos, 24,3% em relação a 2015. Foram registrados 37,6 homicídios para cada 100 mil habitantes no estado.

A maior taxa de assassinatos foi, no entanto, verificada em Sergipe com 64 casos para cada grupo de 100 mil. Em números absolutos, o estado teve 1,4 mil mortes violentas em 2016, uma alta de 11,5% em relação ao ano anterior.

A maior elevação no número de assassinatos ocorreu no Amapá que teve 250 casos em 2015 e chegou a 388 em 2016, uma alta de 52,1%. O Rio Grande do Norte foi o terceiro em crescimento no número de mortes (18%). Com 1,9 mil casos, o estado tem a segunda maior taxa de assassinatos para cada 100 mil habitantes no estado – 56,9.

Violência contra a mulher

O anuário trouxe ainda, pela primeira vez, os dados dos feminicídios e assassinatos de mulheres. Em 2015 entrou em vigor a legislação nacional que determinou que assassinatos cometidos contra mulheres em razão de gênero se tornassem agravante do homicídio. Em 2016, foram registrados 533 casos em todo o país que tiveram enquadramento na nova lei. Desses, 96 ocorreram no Rio Grande do Sul.

Os crimes violentos contra mulheres somaram 4,6 mil casos em 2016, o que representa uma média de um assassinato a cada duas horas. Os estupros totalizaram 49,5 mil ocorrências, um crescimento de 3,5% em comparação com 2015.

Soluções

A partir de experiências que conseguiram reduzir a violência em outros países, como no Reino Unido, o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), R. A., defendeu políticas que atuem para diminuir a reincidência e melhorar a qualidade de vida da população mais pobre. “A pessoa mais educada, com uma vida melhor, vai ter menos a gramática da violência no seu cotidiano. No caso do Reino Unido, novas gerações que vieram de lares mais estruturados devido ao desenvolvimento econômico que houve no país nas décadas de 1980 e 1990 tem a gramática da violência menos presente”, destacou.

Ainda sobre os resultados obtidos na Inglaterra, o professor apontou como um bom exemplo o uso da liberdade condicional, em que os condenados são observados por funcionários especializados. “Em vez de ser preso, ele vai ter uma pena que vai ser mudar o comportamento da sua vida”, explicou. Enquanto no Brasil, A. vê como infrutífera a política de encarceramento adotada como regra. “Você não tem nenhuma efetividade de ação que impeça que esse sujeito continue no meio do crime”, enfatizou.

Para reduzir o poder do crime organizado, o Brasil precisa, na opinião do especialista, também discutir a legalização das drogas. “O que resolve problema de fuzil e segurança pública não é controlar fronteira, porque ninguém controla a sua fronteira. Os Estados Unidos têm muito mais dinheiro e tecnologia e não controla a sua fronteira. O que controla esse tipo de crime é justamente a regulamentação do mercado das drogas. Se tem muito fuzil, muita arma pesada, você tem muito dinheiro na mão do crime hoje”.

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/com-mais-de-61-mil-assassinatos-brasil-tem-recorde-de-homicidios-em-2016/

Mulher ameaça matar o filho de quatro meses em Jaraguá do Sul

Publicado em 31 de outubro de 2017 16:47

Mulher ameaça matar o filho de quatro meses em Jaraguá do Sul

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de ameaça na noite desta segunda-feira (30), em Jaraguá do Sul. De acordo com a PM, a ocorrência foi registrada às 19h23, na rua Irregular 98, no bairro Jaraguá 99. Durante o atendimento de um atrito verbal entre um casal recém separado.

A jovem de 19 anos foi buscar os seus pertences na residência. Durante a discussão com o homem de 23 anos , a mulher ameaçou matar o filho de quatro meses. Os policiais militares confeccionaram um boletim de ocorrência e tomaram as medidas cabíveis ao caso.

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/mulher-ameaca-matar-o-filho-de-quatro-meses-em-jaragua-do-sul/

Adolescente é apreendido com bicicleta furtada em Guaramirim

Publicado em 31 de outubro de 2017 16:42

Adolescente é apreendido com bicicleta furtada em Guaramirim

Um adolescente foi apreendido por receptação na tarde de domingo (29), em Guaramirim. De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada às 15h39, na rua Lauro Zimermamm, no bairro Guamiranga. Uma mulher ligou para a PM dizendo que localizou a bicicleta do filho furtada dias antes.

O adolescente que estava com a bicicleta disse que era o proprietário. Ele afirmou que encontrou o objeto abandonado no bairro Guamiranga. O jovem foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia Militar.

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/adolescente-e-apreendido-com-bicicleta-furtada-em-guaramirim/

PRF flagra veículos em velocidade muito acima da permitida em rodovias de SC

Publicado em 31 de outubro de 2017 16:29

PRF flagra veículos em velocidade muito acima da permitida em rodovias de SC

Durante fiscalização de velocidade neste final de semana, policiais rodoviários federais flagraram, na BR-480 em Chapecó, um Ford Fusion a 171 km/h. A velocidade é maior que dobro da máxima permitida para o local, que é de 80 km/h. A Polícia Rodoviária registrou flagrantes de abuso aconteceram em outras rodovias federais.

Na BR-101, região de Paulo Lopes, um SUV da marca Land Rover foi fotografado pelo radar a 166 km/h em local onde a velocidade máxima é 110. Na região de Biguaçu, também na BR-101, um Audi de cor branca passou a 158 km/h em local onde 100 é a máxima permitida.

Neste final de semana, em todas as rodovias federais de Santa Catarina, 1.008 veículos foram flagrados pela PRF acima do limite de velocidade para o local. O excesso de velocidade é uma das principais causas de acidentes, pois diminui o tempo de reação do motorista em caso de algum imprevisto e contribui para o atropelamento de pedestres onde a rodovia corta áreas urbanizadas.

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/prf-flagra-veiculos-em-velocidade-muito-acima-da-superior-em-rodovias-de-sc/

Ladrão é preso tentando ligar carro que furtou em Balneário Camboriú

Publicado em 31 de outubro de 2017 16:27

Ladrão é preso tentando ligar carro que furtou em Balneário Camboriú

Por volta das 23h30 deste sábado (28), una guarnição do Grupo de Operações Preventivas (GOP) da Guarda Municipal recebeu um alerta da Central de Operações para atender uma denúncia de que um homem empurrava um veículo Volkswagen Voyage de cor cinza com uma chave mixa na porta. A ocorrência foi registrada nas proximidades da Rua 1500, centro de Balneário Camboriú.

A guarnição foi até o local e encontrou o veículo estacionado e fechado na esquina das ruas 990 e 960 sem ninguém próximo. Após quinze minutos, os guardas municipais retornaram com o dono onde o veículo estava estacionado. No local, eles encontraram um homem dentro do veículo tentando ligá-lo.

No momento em que o suspeito viu a viatura, tentou fugir do local, mas foi detido. Indagado sobre a situação, o mesmo confirmou que havia furtado o veículo ao lado do Supermercado Angeloni da Quarta Avenida e estava tentando ligá-lo novamente. O ladrão foi identificado como R.F.H., 19 anos (com 10 passagens policiais). Ele foi preso em flagrante pelo crime de furto qualificado.

Com informações do Click Camboriú. 

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/ladrao-e-preso-tentando-ligar-carro-que-furtou-em-balneario-camboriu/