Corupá e Massaranduba registram taxa zero de homicídios em 2017

Publicado em 12 de janeiro de 2018 16:59

Corupá e Massaranduba registram taxa zero de homicídios em 2017
“É um dado muito importante. Mostra que o nosso povo é trabalhador e educado”, ressalta o prefeito 

Dos cinco municípios da 15º Delegacia Regional de Polícia Civil, sediada em Jaraguá do Sul, dois não registraram homicídios em 2017: Corupá e Massaranduba. De acordo com o delegado regional A. S., o perfil dos moradores das duas cidades é o fator do dado positivo. “Eu acho que os fatores que fazem com que essas cidades não tenham homicídios é o mesmo que faz com que Jaraguá do Sul tenha poucas mortes violentas. O baixo desemprego, a boa educação nesses municípios, além da cultura do povo, são determinantes para esse resultado. É importante frisar a boa integração das polícias Civil e Militar como fator incisivo para a pouca violência nesses locais”, explica S..

O prefeito de Corupá, J. G., comenta que a troca de comando das polícias Civil e Militar no município foram importantes para a melhoria na segurança e a taxa de zero homicídios em 2017. “É um dado muito importante. Mostra que o nosso povo é trabalhador e educado. Claro, a segurança melhorou no município pela troca dos comandos das polícias. Com isso, a Prefeitura e a Associação Comercial tiveram uma parceria melhor com esses dois órgãos de segurança. A Associação Comercial se engajou em fazer melhorias no quartel e a Prefeitura aumentou o repasse de recursos do convênio para a Polícia Militar”, ressalta G..

O prefeito de Massaranduba, A. S. T., afirma que a Prefeitura busca reforçar os convênios com as polícias Civil e Militar. “O fato de não termos homicídios na nossa cidade é muito bom. A ideia é continuar mantendo as parcerias com as polícias. Nós cedemos funcionários para a Polícia Civil e também repassamos dinheiro para a manutenção e para o combustível dos carros da Polícia Militar. É um incentivo a mais para o trabalho deles, que é dar mais segurança e tranquilidade para a nossa comunidade”, conta T., ao adiantar que vai até o governo do Estado para tratar da construção das novas sedes das polícias.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, em Santa Catarina, 148 municípios não registraram homicídios no ano passado. De acordo com o relatório organizado pela Diretoria de Inteligência e Informação (Dini), através da Gerência de Estatística e Análise Criminal (GEAC) da SSP, ocorreram em 2017, em números absolutos, 981 homicídios dolosos contra 894 em 2016, um incremento de 9,7% em relação ao ano anterior. Os números são relativos ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro.

“É inegável que a criminalidade está cada vez mais audaciosa, e isso é inquietante. Temos enfrentado a criminalidade com políticas públicas, em conjunto com a sociedade”, afirmou o secretário da Segurança Pública, C. A. G.. Ele destacou que, de 2011 até hoje, foram nomeados 9.344 servidores para a Segurança Pública. Ainda, segundo o secretário, “o quadro geral em Santa Catarina apresenta números bem distanciados da realidade nacional, o que tem colocado nosso Estado em permanente condição de destaque”. Desde 2014, Santa Catarina têm se preservado no final da tabela, com o melhor índice dentre os Estados da Federação, destaca o titular da SSP.

 

Fonte: https://www.aconteceuemjaragua.com.br/corupa-e-massaranduba-registram-taxa-zero-de-homicidios-em-2017/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *