• FCR ADVOCACIA

Adolescente que fazia entregas para restaurante morre em acidente de trânsito em Goiânia

Vítima de 14 anos pilotava uma motocicleta quando bateu contra um carro. Segundo Polícia Civil, veículo era do menor, que trabalhava como churrasqueiro em um estabelecimento do Jardim Cerrado VII. Câmeras registraram acidente.


Adolescente morre em acidente de trânsito enquanto pilotava moto para o trabalho, em Goiás

Um adolescente de 14 anos morreu, no sábado (12), ao sofrer um acidente de trânsito enquanto fazia entregas de marmitas para um restaurante, em Goiânia. Câmeras de segurança mostram quando Artur Gonçalves da Costa, que pilotava uma motocicleta, bate contra um carro (veja acima). O menor trabalhava como churrasqueiro do estabelecimento e havia pegado marmitas para levar a clientes enquanto o entregador não chegava.

Conforme o pecuarista Sebastião Alves Pereira, pai do dono do restaurante, Artur trabalhava no local como churrasqueiro há seis meses, a pedido dos pais dele, e não tinha hábito de fazer entregas.

“O Artur, o pai dele e a mãe dele pediram que eu arrumasse emprego para ele, em vez de ele estar fazendo arte na cidade, ele queria trabalhar. Nós não contratamos ele, ele estava trabalhando no intervalo da escola e era interno, só lá”, disse o homem.

O acidente ocorreu por volta das 10h30 de sábado (12), no Jardim Cerrado VII, em Goiânia. As imagens da câmera de um condomínio que fica no bairrro mostram que Artur seguia em uma moto Yamaha YBR 125 pela Rua JC-302, sentido sul, quando, no cruzamento com a Rua JC-201, bateu contra um GM Ônix dirigido por uma mulher de 33 anos.

Com o impacto, Artur foi arremessado e caiu em um lote baldio, a poucos metros do cruzamento. Conforme informações divulgadas pela Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), o adolescente morreu na hora. A caixa térmica onde estavam as marmitas que ele teria ido fazer entrega caiu ao lado do corpo dele.

Após a colisão, a motorista perdeu o controle do veículo e bateu contra um poste. Ela foi socorrida com ferimentos leves e levada ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), de onde recebeu alta ainda no sábado. Segundo a Polícia Civil, ela foi submetida ao teste do bafômetro que deu negativo.


Desesperada, a avó compareceu ao local dizendo que o pai do adolescente, filho dela, precisou ser hospitalizado ao saber da morte de Artur. “Ele é o primeiro neto, do meu filho. Meu filho está em choque, foi preciso levar ele para o hospital”, disse, chorando.

De acordo com a Dict, a motocicleta era de Artur, que, segundo familiares informaram à corporação, havia comprado o veículo para trabalhar e circular pelo bairro em que morava. A principal suspeita da polícia até então é que o adolescente não tenha respeitado a sinalização de “pare” presente na via em que ele circulava, no ponto do cruzamento.

A vendedora Andreia de Almeida Silva passava pelo local e viu o acidente. Segundo ela, o adolescente estava em alta velocidade. “Ele estava correndo bastante”, disse.

Hérida Alves, colega de trabalho de Artur, compareceu ao local e disse que ele estava substituindo o entregador que ainda não havia chegado ao restaurante.

“Ele estava fazendo uma entrega porque ele é nosso churrasqueiro, aí ele fez enquanto o entregador não chegava. Ele saiu, como foi a testemunha que disse ele tinha descido, ele desceu sem frear e o carro bateu nele”, disse.


Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/transito/noticia/2019/01/13/adolescente-que-fazia-entregas-para-restaurante-morre-em-acidente-de-transito-em-goiania-video.ghtml


@2012 Fernando Cesar Rosa Advogado Acidente de Trânsito e Embriaguez